“Quê Marravilha!” | Chez Claude, mais um motivo para se fazer a ponte aérea! | Claude Troisgros | Rio de Janeiro

Em “nova fase” Claude Troisgros inaugura restaurante no Rio de Janeiro exatamente no mesmo lugar onde inaugurou o Roanne, seu 1º restaurante no país, 30 anos atrás.

Sim, há 30 anos Claude veio para o Rio de Janeiro e abriu um restaurante no Leblon chamado Roanne. Para quem não sabe Roanne é a cidade natal da família Troisgros e da Maison Troisgros que, muito além de 3 estrelas Michelin, revolucionou, junto com a Maison Bocuse, a nouvelle cuisine.

O restaurante possui poucas mesas (42 lugares para ser mais exato – o número da sorte do nosso C.T. que é o número de sua cidade natal), é bem descontraído e possui a cozinha aberta, sem nenhuma divisão, no meio do restaurante. Para ir ao banheiro você tem que passar perto do fogão ou dar uma enconchada em algum cozinheiro, rs! Dá para ver os pratos serem preparados bem de pertinho. E dá-lhe exaustor potente para não incomodar nenhum cliente!

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Cozinha

Com 78m2 esse é o menor restaurante que o chef já teve (e olha que ele já teve vários). O espaço moderno com projeto do arquiteto Ricardo Hachyia, possui cores vibrantes e é totalmente diferente dos seus outros restaurantes, onde se encontra uma atmosfera menos descontraída. Apesar de descontraído, existe todo um cuidado nos detalhes e privilegia os pequenos artesões como os pratos de cerâmica artesanal da Joana Toledo (que tem feito cerâmicas para vários restaurantes do Rio de Janeiro), as mesas de madeira de jaca criadas por Max Sette. Entre os detalhes possui as renomadas panelas de ferro Staub, facas Zwilling, chegando até os guardanapos.

Com preços bem razoáveis, encontrar o tio Claude é tarefa fácil, assim como não é difícil encontrar o Batista. Definitivamente eu poderia dizer que Claude parecia que estava em casa. Não foi difícil ver o “chef estrela” próximo dos clientes, andando e conversando com eles, sorrindo e contando piadas. Sem contar os momentos de “tietagem” por parte dos frequentadores. Mais um pouco eu estava chamando ele para cozinhar junto, mas preferi não estragar o jantar, rs!

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Menu

O menu é bem enxuto (conta sempre com 12 opções salgadas e 4 doces) e intuitivamente nos leva a compartilhar os pratos, que são servidos em pequenas panelas. Ideal para ir em 3 ou 4 pessoas e experimentar as delícias do Claude. Percebi que boa parte do menu são pratos clássicos do estrelado Olympe. Não tem menu degustação, mas, se você for em um pequeno grupo, praticamente consegue experimentar boa parte do cardápio. Além dos pratos do cardápio sempre há “novidades do dia” que o garçom irá aparentar ou estarão escritos no espelho do restaurante. No dia que fui um deles era o Tartare de Mignon.

Com tem sido tendência no meio gastronômico o chef também tem preferência pelos pequenos produtores incluindo o caso curioso da Tia Bia, uma vendedora de bolo que parou o chef na rua e pediu que provasse a receita dela. Ele adorou o bolo de chocolate e decidiu servir no restaurante acrescentando Chantilly de Requeijão para não ficar tão enjoativo. Está no menu como Chocolate da Tia Bia. Só nesse exemplo já dá para ter noção da “vibe” do Chez Claude.

Vinhos, só em taça, não tem garrafas. São oito rótulos de tintos e oito de brancos.

Enquanto esperávamos para uma mesa (espera de 45 minutos, em plena 3ª-feira, chegando no restaurante por volta de 19h30) pedimos alguns drinks. Os dois drinks surpreenderam muito. Definitivamente há um cuidado referente à mixologia. Sabores inovadores e opções refrescantes para o clima do “Hell de Janeiro”. Se você for ao restaurante, não deixe de experimentar um!

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Drinks

Durante a espera por uma mesa foram servidos Biscoitos de Povilho feitos com Parmesão. Um mimo!

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Biscoito de Polvilho com Parmesão

De entrada começamos pela Vieira Crua (R$38) com Palmito, Mousse de Haddock e Tucupi.

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Vieira Crua

Na sequência pedimos o Tartare de Mignon (R$35) com Mostarda, definitivamente foi a melhor entrada que pedimos.

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Tartare de Mignon

E pare fechar o ciclo provamos o Big Ravioli (R$32), com Batata Baroa e Pinoles.

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Big Ravioli

Já acomodados em uma disputada mesa, pedimos os pratos. Entre eles o Risotto de Camarões com Espuma de Cogumelos Trufados (R$68). Espetacular! Eu queria lamber o prato de tão bom.

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Risotto de Camarões

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Risotto de Camarões

Também pedimos o Peixe Banana (R$64) com Cebola, Passas, Dedo de Moça e Coentro, outra “marravilha”. Uma combinação fantástica de Peixe de Água Doce e ingredientes doces e apimentados. Os dois pratos eram tão bons que fica difícil escolher um só. Peça os dois.

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Peixe Banana

E para fechar o trio pedimos a Costela de Cordeiro (R$66) com Mini Gnocchis e Molho Putanesca. Também bom, mas se eu tivesse que opinar, escolheria os dois primeiros.

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Costela de Cordeiro

Para adocicar o final da noite pedimos o Chocolate da Tia Bia com Biscoito e Chantilly de Requeijão (R$28) e o Crème Brulée com Frutas Vermelhas, Crumble e Hortelã (R$26). Entre os dois, o Bolo da Tia Bia é algo mais diferente. Ou seja: Peça!

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Bolo da Tia Bia

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Creme Brulee com Frutas Vermelhas

Chez Claude Claude Troisgros Restaurante Gastronomia Sobremesas

Fiquei com uma vontade imensa de experimentar a tão elogiada Codorna Recheada (R$58) com Acelga, Mini Cebola, Bacon e Molho de Uva (criada para e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso) e o Salmão com Creme de Azedinha (R$58), Aspargos e Couve-Flor. Vale lembrar que uma das invenções do pai do Claude que caiu no gosto da nouvelle cuisine foi o Salmão com Creme de Azedinha. Será que é bom? Fiquei na vontade! Quem sabe na próxima? Sem dúvida um restaurante para voltar e completar o menu.

 


DICA


O restaurante não aceita reservas e de 5ª à sábado há relatos de mais de 2 horas de espera. Tente ir no início da semana ou, se quiser insistir no fim da semana, chegue no primeiro horário (18h30).

 


ESTÁ POR VIR…


#1 O vizinho do Chez Claude será ilustre: vem aí o Chez Batista, o restaurante do seu fiel escudeiro.

#2 Recentemente (março de 2018) um de seus restaurantes, o CT Brasserie, no Fashion Mall, fechou as portas. Está para inaugurar o “seu par”, o LeBlond, que também será no Leblon. Em breve o chef nem precisará mais sair de um raio de 3km para visitar seus restaurantes, rs! Em tempos de Intervenção Militar, quanto menos andar, melhor, rs! Brincadeiras a parte, tudo indica que teremos boas novidades e uma releitura mais moderna “do falecido”.


Se você quiser RIR À TOA, escolha:
► Drinks
► Risotto de Camarões
► Peixe Banana
► 
Chocolate da Tia Bia


 

 

Chez Claude Claude Troisgros - Restaurante - Gastronomia - Chef@ricardobrasillopes com sua trupe e o chef estrela! @c_troisgros 😛

Obrigado @c_troisgros pelo jantar! <3

E você? Já esteve no Chez Claude? O que achou?

Quer conhecer outros restaurantes de Alta Gastronomia? Acesse esse link

 


Serviço:

CHEZ CLAUDE
Endereço: Rua Conde de Bernadote, 26, Leblon.
Telefone: 
(21)3579-1185
Funcionamento:
3ª a sábado: 18h30 às 0h30 / Domingo: 12h às 16h.


Também quer compartilhar uma experiência incrível? Use #ripelomundo e tenha suas dicas compartilhadas em nosso site e nosso Instagram

Quer mais detalhes sobre essa matéria? Basta enviar uma mensagem no nosso Instagram (@ricardobrasillopes).


Aproveite para conhecer o nosso grupo no Facebook (clique aqui) ou fazer parte do nosso grupo de WhatsApp (clique aqui). Seja um membro para saber em primeira mão nossas próximas matérias e outros conteúdos exclusivos! 

The following two tabs change content below.
Ricardo Brasil opera Bolsa de Valores, tem um Canal de Youtube (Ganhando a Vida Adoidado) e desenvolveu um algoritmo que permite ter tempo viajar, aprender e desenvolver seu próprio lifestyle. Gosta de temas relacionados a entretenimento, cultura, viagens, arte e alta gastronomia. Seu perfil pessoal é @ricardobrasillopes no qual gosta de registrar alguns cliques e mostrar um pouco da sua vida. E seu Canal: youtube.com.br/Ganhandoavidaadoidado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *